NOVO PARTIDO: MD, MOBILIZAÇÃO DEMOCRÁTICA

17/04/2013



PPS e PMN se unem e dão origem a uma nova força política no país: a Mobilização Democrática







Foto: Robson Gonçalves

PPS e PMN se unem e dão origem a uma nova força política no país: a Mobilização Democrática
Fusão é aprovada: Nasce a Mobilização Democrática


Por: Assessoria do PPS 

Diretório nacional será compartilhado entre dirigentes dos dois partidos fundadores. Documentação da sigla já foi registrada em cartório.


O PPS e o PMN oficializaram nesta quarta-feira (17), em ato político conjunto, a fusão dos dois partidos, que agora passam a se chamar Mobilização Democrática (MD). A decisão foi tomada em congressos extraordinários, realizados em Brasília. A Mobilização Democrática nasce na oposição ao governo federal e já trabalha para a construção de um projeto alternativo para o Brasil em 2014. Juntas, as duas forças políticas somam 13 deputados federais, 58 estaduais, 147 prefeitos e 2.527 vereadores. São 683.420 filiados em todo o país.
O presidente da Mobilização Democrática, eleito por unanimidade, será o deputado federal Roberto Freire (SP), que comandava o PPS. A vice-presidência do partido será ocupada por Telma Ribeiro, ex-presidente em exercício do PMN. Já a secretaria geral da legenda fica com o deputado federal Rubens Bueno (PR), que continuará como líder da nova legenda. A secretaria executiva será exercida por Telma Zaira. Já o tesoureiro será Lucas Albano, oriundo do PMN. Regis Cavalcante, do PPS, ocupa o posto de 1º tesoureiro. O diretório será composto por 125 titulares e 55 suplentes. Ficam em aberto 24 vagas de titulares e 22 de suplentes para que sejam preenchidas por lideranças que eventualmente vierem integrar a nova força política.


TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder