SCIARRA QUER CANDIDATURA PRÓPRIA NO PSD EM 2014

Não demorou e o Deputado Federal Eduardo Sciarra já esclareceu que o PSD, de depender dele, terá candidatura própria em 2014 e o candidato será o empresário Joel Malucelli.
Sciarra deu entrevista para o Jornal da Banda B, nesta terça-feira (16) pela manhã e afirmou que está  “lisonjeado” com o fato do Deputado Federal André Vargas ter lembrado do seu nome para vice de Gleisi em 2014.
Na verdade, a situação tem sido ponto de tensão dentro do PSD, que no plano estadual está com a maior parte com o pé no Governo Beto Richa, e no plano federal está com o Governo Dilma.
Dias atrás o deputado Ney Leprevost lançou Joel para vice de Beto, ato que dá a dimensão do desarranjo que parece existir dentro do PSD paranaense.

SEGUNDA-FEIRA, 15 DE ABRIL DE 2013

Vargas quer Sciarra na vice

Gleisi Hoffmann governadora, Eduardo Sciarra vice e Osmar Dias senador. Essa é a chapa divulgada como ideal pelo  vice-presidente da Câmara Federal, deputado federal André Vargas (PT). Mas na verdade, Vargas não esconde que quer mesmo ser candidato a senador e torce para que Osmar continue firme no Banco do Brasil. A novidade nessa composição é o lançamento da candidatura do deputado federal Eduardo Sciarra (PSD). O petista rasgou elogios ao colega da Câmara: “Sciarra é um nome de respeito, empresário, fala em nome do PSD, representa o Oeste e o partido tem tempo de televisão considerável”, enumerou. 
A atração que começa a ser exercida sobre o  PSD pelo PT de Gleisi é indício de uma baita dor de cabeça para o governador Beto Richa (PSDB). O PSD é aliado de primeira hora do tucano, mas o assédio dos petistas pode balançar a aliança.
É o segundo ator da cena política que lança um vice antes de ter titular.

Leia mais:

SEGUNDA-FEIRA, 8 DE ABRIL DE 2013

Malucelli candidato a vice, sem titular ainda

O presidente municipal do PSD, deputado Ney Leprevost, lançou nesta segunda-feira a pré-candidatura do empresário Joel Malucelli (PSD) como candidato a vice do governador Beto Richa (PSDB).

Outra opção seria disputar o Senado. 
A candidatura própria ao governo do estado não está descartada, segundo o deputado, caso o PSD não tenha espaço na chapa majoritária de Richa.

Mas depois de lançar o sujeito para vice, como arranjar uma candidatura própria?
Além disso, trata-se de um lançamento para ser vice num cenário em que ninguém lançou candidatura para titular.
Confusão nos arraiais do ainda menino PSD.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder