Se o PSB pode, o PMDB também deve poder

O presidente estadual do PMDB, deputado federal Osmar Serraglio, está anunciando a vinda do presidente nacional da legenda em Curitiba, Valdir Raupp, nesta terça-feira, 9h, na sede do partido.

Diz que o colega vem para dar uma injeção de ânimo nos 57 prefeitos convidados para a reunião. 
Só não disse como. 
O que chamou a atenção mesmo foi Serraglio reafirmar que o PMDB ainda não sabe em que palanque subir em 2014, mesmo tendo indicado dois secretários na equipe de Beto Richa – Luiz Cláudio Romanelli (Trabalho) e Luiz Eduardo Cheida (Meio Ambiente). 
Como argumento, empresta o exemplo nacional: “O PSB é da base da Dilma (Rousseff) e tem candidato a presidente”, comparou, se referindo ao presidente nacional do PSB, o governador pernambucano Eduardo Campos.

QUINTA-FEIRA, 4 DE ABRIL DE 2013

PMDB reúne tropa para achar rumo

Num momento em que oscila entre candidatura própria ao governo do Estado, apoio ao PSDB de Beto Richa e até o PT de Gleisi, o PMDB está por via das dúvidas, tentando reunir a tropa para dar um rumo ao partido. O presidente estadual, deputado federal Osmar Serraglio, marcou para 9 de abril um encontro estadual da Executiva com prefeitos e vice-prefeitos. Na pauta, perspectivas da eleição de 2014, o futuro do partido e em que palanque subir.
TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder