Supersalários na Câmara de Curitiba

O pagamento de polpuldas aposentadorias no Legislativo virou polêmica em Curitiba e o presidente da Câmara Municipal de Curitiba, vereador Paulo Salamuni (PV), se apressou em rebater as críticas de que estaria concedendo benefícios salariais absurdos a servidores.
Salamuni anunciou nesta segunda-feira (29) que designou uma “comissão específica” com objetivo de acabar com eventuais distorções nas aposentadorias.
A decisão veio após a imprensa questionar o ato assinado por Salamuni em que a Câmara concede superaposentadorias entre R$ 16 mil e R$ 26,7 mil para funcionários, mesmo valor do salário do prefeito Gustavo Fruet (PDT).