ALEP: MP PEDE BLOQUEIO DE 164 MILHÕES EM BENS

A requerimento do Ministério Público, por decisão liminar da juíza Lydia Martins Sornas, da 2.ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, determina o bloqueio de R$ 164,1 milhões, por meio de arresto, em bens de ex-dirigentes da Assembléia Legislativa do Paraná, dentre eles os deputados estaduais Nelson Justus (DEM), Alexandre Curi (PMDB) e dos ex-diretores Abib Miguel, o Bibinho (Diretoria-geral), José Ary Nassiff (Ad­­ministração) e Cláudio Mar­­ques (Recursos Humanos), como desdobramento do escândalo que ficou conhecido como Diários Secretos, que teria desviado dinheiro dos cofres do Legislativo por meio da contratação de funcionários fantasmas e laranjas.
No caso dos deputados, alega-se que foram omissos em relação aos ditos desvios.
Não foi possível apurar como o MP chegou a esse valor e aguarda-se que os réus apresentem suas versões, e cálculos.