CAMPAGNOLO CONSIDERA “IRRESPONSABILIDADE” A PRORROGAÇÃO DO PEDÁ

O presidente da Fiep – Federação das Indústrias do Estado do Paraná, Edson Campagnolo, visitou a Assembléia Legislativa do Paraná nesta quinta-feira e participou da sessão ordinária desta quarta-feira, quando apresentou aos deputados, a edição 2013 da Agenda Legislativa da Indústria do Paraná.
Ao usar a tribuna, o empresário falou sobre a preocupação do segmento, que almeja conquistar maior competitividade, elevando o volume de exportação de produtos estaduais.
O ponto que mereceu destaque foi a dura crítica de Campagnolo a possibilidade de prorrogação dos contratos de pedágios das estradas geridas pelo Estado do Paraná e que deverão ter seus prazos de vigência esgotados em 2022.
Há comentários de que no bojo das conversações que o Governo do Estado vem mantendo com as concessionárias está sendo considerada a hipótese da prorrogação dos contratos como contrapartida das duplicações de alguns trechos que estão sendo anunciados pelo Governador Beto Richa.
Campagnolo considerou essa possibilitade “uma irresponsabilidade” e declarou que os empresários e a entidade que os representa é totalmente contra.