ENCONTRO DE PREFEITOS E GOVERNO DILMA NO PARANÁ

Um grande encontro de prefeitos parananenses com o Governo Dilma acontecerá no dia 17 de maio, às 8h, no Expotrade, em Pinhais.
Gleisi Hoffmann (Casa Civil), Paulo Bernardo (Comunicação) e Giberto Carvalho (Secretaria Geral da Presidência), Alexandre Padilha (Saúde), Ideli Salvatti (Relações Institucionais), Miriam Belchior (Planejamento), Fernando Coelho (Integração), Aguinaldo Ribeiro (Cidades) e Gastão Dias Vieira (Turismo) estarão presentes e trarão juntos uma grande quantidade de assessores.
É aguardado o anúncio da chegada de dinheiro federal no Paraná.

AGORA TUCANOS ACUSAM SORVOS DE BEIJA-MÃO PARA GLEISI

Nem bem passaram-se 30 dias da posse de Luiz Sorvos (PDT) ao cargo de Presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) a relação com o Governador Beto Richa foi da euforia à decepção.
Sorvos, pelo seu lado, deve ter adotado a tática do “um no cravo e outro na ferradura”.
Depois de se desmanchar em elogios pelos R$ 282 milhões, a fundo perdido, oferecidos pelo governador Beto Richa (PSDB) aos prefeitos, Luiz Sorvos, prefeito de Nova Olímpia e ungido presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) pela base do Governador, organiza agora um grande encontro dos prefeitos com os ministros de Dilma.
O encontro será no dia 17 de maio, às 8h, no Expotrade, em Pinhais.
Entre os presentes, os ministros paranaenses do PT: Gleisi Hoffmann (Casa Civil), Paulo Bernardo (Comunicação) e Giberto Carvalho (Secretaria Geral da Presidência).
De lambuja também participam Alexandre Padilha (Saúde), Ideli Salvatti (Relações Institucionais), Miriam Belchior (Planejamento), Fernando Coelho (Integração), Aguinaldo Ribeiro (Cidades) e Gastão Dias Vieira (Turismo).
Poucas vezes de vê tanto ministro do Governo Federal num lugar só e também tanta razão para dor de cabeça num governador só, pois a suposta ausência de verbas do governo federal no Paraná tornou-se um dos motes dos discursos de Beto.
Obviamente agora os ministros estão vindo anunciar verbas para os Prefeitos do Paraná, numa espécie de “bateu levou” com Richa.
Beto vai experimentando o lado “biruta de aeroporto” que todo prefeito de cidade pequena tem, está sempre virado para onde o vento e mais generoso.