COM DILMA, JOAQUIM BARBOSA SUGERE QUE PARTIDOS PERDERAM LEGITIMIDADE

Na audiência que manteve com a Presidenta Dilma hoje o Presidente do STF, Ministro Joaquim Barbosa, apontou para a ausência de legitimidade do estamento político brasileiro representado pelos partidos políticos como um dos principais problemas do pais, afirmando que a agenda destas instituições está totalmente divorciada da agenda da população. “Disse que há um sentimento difuso na sociedade brasileira, e eu como cidadão penso assim, há uma vontade do povo brasileiro, especialmente os mais esclarecidos, de diminuir ou de mitigar, e não de suprimir, o peso da influência dos partidos sobre a vida política do país e sobre os cidadãos. Essa me parece ser uma questão chave em tudo o que vem ocorrendo no Brasil hoje. Eu sei muito bem que nenhuma democracia vive sem partidos. Mas há formas de mitigar essa influência, de introduzir pitadas de vontade popular, de consulta direta à população”.

Para a imprensa, Barbosa apresentou uma proposta: “Não falei para a presidente, mas sou inteiramente favorável, acho que seria medida adequada à nossa realidade, adotar a possibilidade do recall. O que é o recall? A pessoa é eleita, claramente identificada como eleita, havendo a possibilidade de o mandato ser revogado por quem a elegeu, ou seja, os próprios eleitores. Medida como essa tem o efeito muito claro de criar uma identificação entre o eleito e eleitorado, impor ao eleito responsabilidade para com quem o elegeu. (Isso) falta ao sistema político brasileiro, especialmente na representação dos órgãos legislativos”.