ESCOLA DA MAGISTRATURA PARANAENSE FAZ 30 ANOS COM SOLENIDADE ÀS 17 HORAS

Escola da Magistratura do Paraná comemora 30 anos

Nesta segunda-feira (17) a Escola da Magistratura do Paraná (Emap) realiza no auditório do Tribunal do Júri, solenidade especial para celebrar os 30 anos da instituição. O ato será realizado a partir das 19h, com homenagens aos ex-diretores da Escola, inclusive ao Presidente do STJ, Ministro Felix Fischer, que foi coordenador pedagógico da Emap e estará presente na ocasião.

O evento contará com a presença do Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, Desembargador Clayton Camargo; do Diretor-Geral da Escola da Magistratura do Paraná – EMAP, Juiz Luciano Campos de Albuquerque; do Supervisor-Pedagógico da EMAP, Desembargador José Laurindo de Souza Netto; do Presidente do Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura, Desembargador Antonio Rulli Júnior; do Diretor-Presidente da Escola Nacional da Magistratura, Juiz Roberto Portugal Bacellar; do Coordenador-Geral de Cursos da EMAP, Juiz Rodrigo Otávio Rodrigues do Amaral; do Diretor do Tribunal do Júri e Diretor do Núcleo de Curitiba da EMAP, Juiz Daniel Ribeiro Surdi de Avelar, entre outras autoridades.

A Escola da Magistratura do Paraná foi criada em 17 de junho de 1983, pela Resolução nº 03/83, do Tribunal de Justiça do Paraná. Mediante convênio celebrado no dia 2 de agosto de 1983, a instituição passou a ser administrada pela Associação dos Magistrados do Paraná. O atual diretor-geral da Escola é o juiz Luciano Campos de Albuquerque.

Fundada com o propósito maior de atualização, aperfeiçoamento e especialização de magistrados, objetiva também a preparação de bacharéis em direito para o exercício da magistratura e o bom desempenho das lides jurídicas. Promove, ainda, cursos diversos de atualização de servidores da justiça e abre espaço para estudos e debates sobre temas importantes do direito, tudo em prol da melhoria da prestação jurisdicional (Site TJ).