HADDAD METE A MÃO NA CUMBUCA E CANCELA LICITAÇÃO DE 46 BI NO ÔNIBUS

Haddad envia a mão na cumbuca e cancelou hoje a licitação do transporte coletivo para a cidade de São Paulo. O grito das ruas levou o prefeito a tomar uma decisão sem precedentes no setor, pois zera e desorganiza o jogo. Em entrevista à Rede Globo Haddad esclareceu: “Eu estou cancelando a licitação por uma razão muito simples. Nós não podemos assinar contratos de 15 anos sem participação popular. O momento que nós estamos exige a participação da sociedade. Eu vou instalar o Conselho de Transporte Público, um conselho municipal, com a participação dos usuários, com a participação do movimento social, junto com os empresários e com o governo”.

A intenção é abrir as planilhas de custos do transporte público “para que as pessoas tenham consciência dos custos que estão sendo enfrentados, com a presença do Ministério Público para que fique tudo em pratos limpos”.

É um negócio de R$ 46 bilhões. R$ 35 bilhões para empresas de ônibus pelo período de 15 anos e R$ 11 bilhões para as cooperativas permissionárias por sete anos.