Bresolin (Ferroeste) elogia Governo Federal pela recepção das sugestões do traçado de nova linha

Técnicos da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) receberam hoje (12) em Curitiba diversas contribuições a nova ferrovia que vai ligar Maracaju a Paranaguá, passando pela Lapa e Curitiba. Entidades de classe, empresas, representantes dos setores público e privado, e prefeituras de várias regiões do estado participaram da reunião participativa para a tomada de subsídios para a linha-tronco das novas ferrovias.
Para o presidente da Ferroeste, João Vicente Bresolin Araujo, representante do governador Beto Richa, a reunião “demonstra que a ANTT está de portas abertas” para as sugestões do Paraná. “O objetivo é colher informações e refinar os estudos para que o traçado fique adequado às necessidades dos governos do Estado e Federal”. Bresolin Araujo ressaltou ainda que o projeto evita o desvio da ferrovia até Mafra (SC).
A reunião também incluía o trecho da Norte-Sul entre Mairinque (SP) e Rio Grande (RS), que atravessará o Paraná. O presidente da reunião, Leonardo Mesquita Cavalcanti, da ANTT, esclareceu que os três traçados passam pela Lapa. Segundo ele, a agência “quer colher as demandas da sociedade e aprender com quem está na região”.