COMO EM TODO LUGAR, ESTRANGEIRO DEVE CONTRATAR SEGURO SAÚDE PARA VIR AO BRASIL

Arquivo/ Leonardo Prado

Mandetta
Mandetta: “Hoje sujeitamos o SUS a arcar com os custos”.

Os estrangeiros que visitarem o Brasil poderão ser obrigados a contratar um seguro-saúde privado, assim como já acontece com os turistas que visitam os Estados Unidos e alguns países da Europa. É o que prevê o Projeto de Lei 5542/13, do deputado Mandetta (DEM-MS).

O seguro deverá cobrir as despesas necessárias com tratamento de saúde e o repatriamento do estrangeiro, em caso de morte. De acordo com a proposta, o valor mínimo do seguro será definido pelo governo federal após a aprovação da nova lei.

“Hoje sujeitamos o SUS a arcar com os custos de eventual atendimento, internação e, até mesmo, falecimento de turistas estrangeiros que nos visitem desprovidos de seguro-saúde. É um risco desnecessário, ainda mais grave às vésperas da realização de grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas”, argumentou Mandetta. Pelo projeto, o seguro contratado deverá ser válido em todo o território nacional.

Tramitação
A proposta, que tramita de forma conclusiva, será analisada pelas comissões de Relações Exteriores e de Defesa Nacional; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Agência de Notícias