REDE E MARINA RECONHECEM QUE AGRONEGÓCIO É ESSENCIAL

O embróglio envolvendo a retirada de apoio do PSB à candidatura do deputado ruralista Ronaldo Caiado, por veto manifestado publicamente por Marina Silva, forçou uma manifestação pública da Rede de Sustentabilidade para esclarecer que considera o setor de agronegócio “essencial” para o país. Lei o teor da nota.

Leia abaixo a íntegra da nota

“A Rede Sustentabilidade informa que, diferentemente do entendimento de algumas entidades do agronegócio, em nenhum momento sua porta-voz Marina Silva fez críticas a esse setor. As declarações recentes foram exclusivamente sobre a participação do deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) em eventual coligação em Goiás. A forte resistência do deputado em trazer para o setor agrícola a necessidade estratégica da sustentabilidade ambiental, econômica e sócio cultural tornaria inviável qualquer aliança política entre a Rede e o DEM numa mesma coligação no Estado de Goiás. A Rede lamenta as distorções e manipulações que o deputado faz sobre as declarações de Marina Silva, que podem levar a um entendimento equivocado sobre o posicionamento dela e de outros membros do partido sobre o agronegócio. Ademais uma critica às posições equivocadas do Deputado Caiado não podem ser extrapoladas como uma crítica ao setor. A Rede Sustentabilidade reafirma seu compromisso com esse setor essencial da economia e da sociedade brasileira e a intenção de trabalhar para seu desenvolvimento, sempre com respeito ao ambiente e aos direitos dos trabalhadores rurais e populações indígenas.”