PRODUTOS PODEM TER CAUSADO INFECÇÃO HOSPITALAR EM CURITIBA

No final da tarde desta quinta-feira a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou que está investigando a suspeita de que um produto usado em soluções parenterais – alimentação administrada por via alternativa à oral -, identificados comoo lote lote 33336501 do medicamento gluconato de cálcio 10%, fabricado pela empresa Isofarma, possa ter provocado infecção em pacientes internados em pelos menos 20 casos de infecção em Curitiba e outros 16 em Minas Gerais, que inclusive poderiam ter causado mortes. A Isofarma ainda não se manifestou.