FOZ E CURITIBA NA COPA: INVESTIMENTO FEDERAL COMEÇA A APARECER NO PARANÁ

O Estado do Paraná começará a experimentar os primeiros efeitos da Copa do Mundo a partir do mês de abril e o resultado dos investimentos de recursos do Governo Federal.

O fim das obras na Rodoferroviária de Curitiba e de parte da reforma do terminal de embarque do Aeroporto Afonso Pena estão previstas para o mês de maio.

Em Foz do Iguaçu o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu passa pela maior reforma dos seus 40 anos, com obras que somam a quantia de R$ 70 milhões, que estão produzindo mudanças vão do terminal de recepção de passageiros – que dobrará sua capacidade e atenderá quatro milhões de passageiros/ano – até às melhorias na pista.

Exibindo 1203aeroporto.jpg

Todas as mudanças estarão prontas em maio e aptas para receber o turismo que virá com a Copa.

O terminal de passageiros passa de uma área de 16 mil metros quadrados para uma superior aos 20 mil metros (a área de embarque doméstico ganhou mais 860 metros, e a internacional 425), com novos balcões de atendimento, esteiras e elevadores, e, ainda, a ampliação do número de vagas no estacionamento.

A área destinada ao taxiamento das aeronaves também recebeu melhorias no centro da pista, no espaço empregado nas decolagens e aterrissagens.