RUBENS BUENO PODE SER O PALANQUE DE CAMPOS E MARINA NO PARANÁ

Necessidade de um palanque eleitoral próprio no Paraná para Eduardo Campos pode levar Rubens Bueno, do PPS, a ser candidato ao Governo do Paraná nas próximas eleições.

No encontro de Campo e Marina, onde foi anunciado que a ex-senadora do PT e ex-ministra do Governo Lula, será vice na chapa, todas as possibilidades de construir palanques locais próprios passaram a ser consideradas.

A novidade não foi só Marina ter aceito ir para o sacrifício como vice na chapa de Campos – circunstância que revela o animo da aliança em relação às chances da candidatura presidencial -, mas o fato do PPS – Partido Popular Socialista -, presidido pelo Deputado Federal Roberto Freire, ter comparecido e manifestado a intenção de fazer parte da aliança.

Marina Silva qualifica pré-candidatura de Eduardo Campos, diz Freire

 

“Marina Silva não é uma pré-candidata a vice para fazer nenhuma composição; não traz partido ou tempo de TV; entretanto, ela qualifica a pré-candidatura de Eduardo Campos”, disse o presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire (SP), em discurso na solenidade de lançamento da pré-candidatura de Marina na chapa do ex-governador de Pernambuco. O evento ocorreu na tarde desta segunda-feira em Brasília.

No Brasil, atualmente, observou Roberto Freire, “é preciso qualificar quase tudo, pois o país passa por um processo de desmantelamento e de desqualificação”.

Para ele, a aliança PSB-PPS-Rede-PPL saiu na frente nos debates deste ano eleitoral, acrescentou.

“Desde outubro do ano passado, estamos construindo uma chapa para encampar o projeto de um novo Brasil. O PPS se integrou a ela com toda clareza e transparência”, disse o deputado.

Rubens Bueno é Presidente do PPS no Paraná e Secretário Nacional do Partido, sendo, assim, poderá ser convocado para a tarefa de montar o palanque para Campos e Dilma.

No último dia 8, o Deputado Estadual Tercílio Turini, já havia afirmado que “O deputado-federal Rubens Bueno, PPS, pode ser a grande novidade da eleição na disputa pelo governo do estado e como cabeça de chapa”.