DOAÇÕES DE SANGUE: PARANÁ PRECISA, VEJA COMO DOAR

Com a chegada do inverno as doações de sangue caem cerca de 40% no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar). Para manter os estoque regulares são necessárias de 150 a 200 doações por dia na unidade de coleta de Curitiba. Nas unidades do interior, este número é um pouco menor, mas também são necessárias doações frequentes.

O diretor do Hemepar, Paulo Hatschbach, explica que, em média, são coletadas 12 mil bolsas de sangue por mês no Paraná, mas este número precisa aumentar cerca de 30% para que não haja falta de sangue. O Hemepar distribui sangue e hemoderivados para 384 hospitais do Paraná. Destes, 42 são de Curitiba e Região Metropolitana.

“O sangue tem prazo de validade e por isso precisa ser reposto todos os dias. Além disso, nesta época do ano a média de doadores no Hemepar de Curitiba é de 80 a 100 doadores por dia”, reforça. Hatschbach enfatiza que sábado é o dia de maior movimento nos bancos de sangue. Em compensação, na segunda-feira quase ninguém doa. “Quem tiver a disponibilidade de doar nos dias úteis encontrará um movimento bem menor”.

O processo de doação dura cerca de 40 minutos, passando pela etapa de triagem clínica, triagem hematológica e a doação propriamente dita. É seguro, rápido e não prejudica a saúde do doador. Homens podem doar sangue a cada 60 dias, o que totaliza até quatro doações no período de um ano. Para as mulheres o intervalo de doação é de 90 dias, somando até três doações anuais.